Sexta-feira, 22 de Fevereiro de 2008

José Luís Peixoto

Tem 33 anos, há sete que vive só do que escreve. E o que escreve é da literatura portuguesa mais traduzida no mundo. José Luís Peixoto, contrário do alentejano que vive devagar, tão depressa ganhou o prémio Saramago como passou a ter o seu  nome atribuído a um galardão para jovens escritores.  Se já era diferente antes, agora, diz, é ainda mais.

Foi mais difícil conquistar o prémio Saramago, ou Saramago,  o escritor?
Não me sinto à vontade com o verbo “conquistar”. Não creio que tenha conquistado o escritor. E o prémio conquistei-o só uma vez.

José Saramago faz parte dos escritores a quem enviou o seu primeiro livro “Morreste-me”?
Faz. (Cont. Farpas)
Publicado por João Monge Ferreira às 17:05
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos
|
blogs SAPO

.subscrever feeds

.Tags

. todas as tags

.Links

.Participar

. Participe neste blog

.Posts recentes

. Discutindo Ecologia

. Tertúlia na Casa do Lavra...

. Wine Tasting

. Amigos do Pedal

. Moscow

. Pesca Desportiva

. Agências on-line

. Mobilidade em bicicleta

. MÁS ONDAS NO BRASIL

. 15 prédios verdes ao redo...

. THE SECRET (O SEGREDO) - ...

. FARTO DO AUMENTO DOS COMB...

. PORTUGAL VERDE 2008

. Carro Low cost

. Vinho Virtual

. The Vancouver Sun Run 200...

. A maior flor do mundo - ...

. 100 dias de bicicleta em ...

. Arrábida Limpa

. Tropa de Elite" foi o fil...

.Arquivos

EmocionalTur

↑ Grab this Headline Animator